A culpa é da minha genética?


Quase em todas as minhas consultas de Nutrição escuto pessoas mencionando que seus problemas são genéticos e que são heranças de sua família. E gostaria muito de gerar uma reflexão aqui.


Você sabia que maioria dos cânceres são preveníveis? Que o seu estilo de vida pode estimular ou silenciar genes que estão relacionados com o câncer? Pois sim, saiba que um bom estilo de vida pode prevenir não somente doenças cardiovasculares.


Nosso corpo possui um sistema de eliminação de células que se multiplicam de forma errada chamado apoptose programada das células. Esse processo costuma ser muito eficiente. Porém, quando uma célula que se multiplicou de forma diferente consegue continuar se multiplicando, o câncer instala-se. Câncer nada mais é que a multiplicação de células diferentes das suas e esse crescimento é muitas vezes alimentado por você, pelo seu estilo de vida.


A alimentação possui inúmeros nutrientes e compostos bioativos que possuem ação em nível nuclear, onde agem silenciando genes cancerígenos ou mesmo aumentando a ação de células que nos protegem e com isso minimizam o risco de um erro nessa multiplicação.


Então agora vamos falar sobre alguns compostos bioativos, mas será de forma breve. Saiba que existem muitos outros estudos e compostos que estão relacionados à prevenção de câncer.



1) Resveratrol e pteroestilbenos presentes na casca da uva roxa, suco de uva, vinho tinto, frutas vermelhas e castanhas atuam na epigenética e previnem câncer de mama


2) Antocianinas (presentes em alimentos de coloração roxa e avermelhada) previne diversas doenças, dentre elas o câncer


3) Curcumina presente no açafrão da terra induz morte das células do câncer de mama e inibem crescimento da doença.


4) Capsaicina presente nas pimentas vermelhas (quanto mais picante mais capsaicina possui) induz a morte de células do câncer


E o que e prejudicial da alimentação e que está associado ao câncer?

Alguns aspectos básicos e que você já deve ter escutado são o consumo de gorduras saturadas (presente principalmente em alimentos de origem animal: leite integral, creme de leite, manteiga, gordura das carnes, pele do frango, frituras) e trans (presente na gordura vegetal hidrogenada, que é amplamente utilizada pela indústria de alimentos), açúcar e consumo excessivo de carnes.


Porém, existem produtos químicos utilizados pela indústria ou que são gerados pelo processamento que também tem atividade cancerígena. Como exemplos estão:

1) Nitritos e nitratos presentes em embutidos (salsicha, salame, presunto, peito de peru, mortadela, apresuntado, calabresa, dentre outros);

2) Hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPA) gerados pela queima da madeira. Logo, produtos defumados normalmente utilizam fumaça líquida ou defumados diretamente com a liberação da fumaça por essa queima.

3) Acrilamida e AGEs gerados pelo processo de aquecimento e costumam ser encontrados em alimentos tostados como biscoitos, queijos quentes, carnes grelhadas ou muito tostadas.



Gostaria muito que refletisse sobre tudo isso. Pense na sua alimentação. Seu futuro é normalmente condicionado por aquilo que você faz. Você é o grande responsável por suas escolhas e pelo seu futuro!



Postagens
Arquivo