É possível um atleta não comer carnes?



Todos sabemos que a vida de atletas não é fácil. Envolve treinamentos exaustivos, maior desgaste físico e mental, havendo necessidade de um acompanhamento nutricional minucioso para que sua performance seja a melhor.


E para aqueles que acreditam que a alimentação sem carnes não é possível e que o mito de que faltam nutrientes é realmente um mito, alguns atletas profissionais nos dão seus exemplos, como vêm descrito no site: http://www.blogtopbody.com.br/atletas-veganos-provam-que-o-veganismo-nao-e-limitador/


A alimentação sem carnes é muito possível, desde que exista variedade e que as substituições sejam feitas de forma adequada. E para atletas que necessitam de suplementação, atualmente existe uma gama de suplementos extraídos de proteínas vegetais como ervilha, batata, arroz, que possuem boa eficiência quando comparadas às proteínas tradicionais como o whey protein (proteína do soro de leite).


De todos os nutrientes, aquele que necessita de maior atenção é a vitamina B12, que as principais fontes são de origem animal. Existem relatos de profissionais que conseguem melhorar suas concentrações com a inserção de grãos germinados, porém, nem sempre isso consegue ser adotado como uma rotina.


Após avaliação de exames sanguíneos se necessário faz-se o ajuste da vitamina B12 através de suplementação. Porém, muitos clientes do meu consultório que consomem carnes possuem dosagens baixas dessa vitamina. A absorção da vitamina B12 está relacionada com um fator chamado fator intrínseco produzido pelo estômago. A B12 fixa-se ao fator intrínseco para que seja absorvida em nível intestinal. Algumas pessoas que possuem ambiente estomacal mais alcalino ou com problemas estomacais e uso de medicamentos para esse fim podem produzir menos desse fator e gerar deficiência de B12 em pessoas que consomem carnes.




Postagens
Arquivo
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now